Seja bem vindo!

●๋•__ Grandes realizações tiveram início com apenas um sonho e era que um dia este sonho se tornaria realidade. Então, vá em frente e acredite! Ouse sonhar!__ °.•

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Por que Missões?

Oi gente!
Vamos falar sobre algo muito forte que quase não se é citado nos púlpitos das igrejas. Missões!

Embora a palavra “missões” não se encontre nas Escrituras, a idéia está inserida em toda a Bíblia, de Gênesis a Apocalipse. A palavra “missão” vem do latim “mitto” e significa “enviar”. No Novo Testamento vemos o próprio Jesus empregando uma palavra com o mesmo significado – a palavra apóstolo (do grego apostello). De maneira simples, podemos afirmar que missão significa enviar.

Quando falamos em missões nos referimos à proclamação do evangelho em todo o mundo, e o que é geralmente chamado de Grande Comissão. Esta Grande Comissão consiste nas últimas instruções de Jesus a seus discípulos e que se encontra registrado nos quatro Evangelhos (Mt 28:18-20; Mc 16:15-16; Lc 24:46-49 ; Jo 20:21-22, bem como no livro de Atos1:8). Através da Grande Comissão, o Senhor Jesus revela sua vontade – de que todas as pessoas, em todas as épocas –ouçam o evangelho e assim as famílias da terra seriam benditas (Gn 12:3).

A clareza destes textos deixa evidente que na mente de cada cristão obediente a Jesus, deve haver um profundo sentimento de paixão pelas almas. A evangelização do mundo é a vontade e o plano inquestionáveis do Senhor. Uma simples leitura, mesmo que superficial, do Novo Testamento, é capaz de nos fazer observar esse fato.
Jesus, durante o seu ministério terreno, sempre se preocupou com a situação espiritual das pessoas. O Seu olhar era diferente. Ele não via as pessoas pela sua posição social ou financeira, mas via o seu estado espiritual, ele as via como ovelhas sem pastor (Mt 9:35-38). Em outra passagem ele diz que as ovelhas ouvem a sua voz e o seguem, mas mesmo assim não se dá por satisfeito, pois reconhecia que haviam outras ovelhas, a que Ele também deveria agregar (Jo 10:16). E hoje, já passados quase dois mil anos destas celebres palavras, elas ainda ecoam em nossos ouvidos. Jesus ainda está a nos dizer que ainda existem outras ovelhas que ele deseja agregar ao seu rebanho.

Estes são os milhões de muçulmanos, hinduístas, budistas e tantas outras culturas e etnias espalhados pelo mundo “Mas como ouvirão se não há quem pregue?” (Rm 10:14-15). Para que essa tarefa fosse fielmente cumprida, em suas últimas instruções  aos seus discípulos, antes de sua ascenção, Jesus deu a sua igreja representada ali uma ordem. Não foi uma simples opinião ou um mero palpite de Jesus. Ele não disse para a igreja anunciar o evangelho a todos os povos quando achassem conveniente... ou para ver se compensava ou não... ou quando alguém estivesse à toa... Nada disso! As palavras de Jesus Cristo proferiram uma ordem imperativa clara e expressa para a igreja, a de evangelizar o mundo e fazer novos discípulos (Mt 28:19; At 1:8)
Não era uma ordem para evangelizar toda a cidade e só depois pensar em terras distantes. Não! Seus discípulos deveriam proclamar o evangelho a toda a criatura e em todo o mundo (Mc 16:15). E essa ordem não foi somente para aquela época, mas ainda faz parte da missão da igreja em todos os tempos e épocas. E a sua missão baseia-se na missão de Deus de reconciliar a humanidade consigo mesmo, através do Evangelho.

SOMOS PORTANTO, ENVIADOS A EVANGELIZAR O MUNDO E TORNAR O EVANGELHO DISPONÍVEL A TODA A CRIATURA.

Por isso, ou fazemos missões mundiais e nacionais ou, diante de Deus, estamos sendo desobedientes, negligentes e omissos. Podemos construir suntuosos templos. Podemos fundar majestosos conjuntos musicais. E se podemos e temos condições de fazer tudo isso, LOUVADO SEJA DEUS. Mas naquele grande dia, Deus não fará um concurso do templo mais bonito ou do conjunto mais esplendoroso. Ele sim requererá de nossas mãos o nosso empenho no sentido de tomar o mundo evangelizado. Obviamente que sozinhos não poderemos evangelizar o planeta inteiro. Mas podemos e devemos fazer a nossa parte nessa tarefa. E se cada um fizer a sua parte, o mundo evangelizado será um alvo realizável ainda nessa geração.
Que o sentimento de paixão pelas almas inunde nossos corações e nos leve a um profundo compromisso com a obra missionária.

COMO FAZER MISSÕES???

Para iniciar um trabalho missionário numa igreja, é necessário primeiramente que, aquelas pessoas interessadas em fazê-lo se prontifiquem a compreender a vontade de Deus em relação ao assunto. Para isso precisam ter a visão certa: a visão de Deus.
Então podemos fazer algumas perguntas para entendermos melhore sobre essa necessidade.
  • O que você sente no coração quando ouve alguém falar sobre a necessidade do mundo?
  • Idéias novas e diferentes surgem em sua mente quando alguém lhe fala sobre missões?
  • Você ora constantemente pelos missionários que estão no campo?
  • Você tem influenciado outros para se envolverem com missões?
  • Quando alguém compartilha contigo a respeito do seu chamado, você o incentiva a continuar?
  • Você já mobilizou pessoas alguma vez a enviar uma oferta missionária para missões?
  • Você gosta de participar de conferências, congressos, acampamentos que abordam o tema missões?
  • Você enviar periodicamente oferta para algum missionário no campo?
Deu para sentir que as perguntas acima apontam uma ligação inquebrável das três áreas necessárias na vida da igreja, para alguém iniciar um departamento missionário. Essas áreas são, na verdade, a essência do compromisso missionário que todo cristão deve ter no seu dia a dia, elas são:

VISÃO + AMOR + DISPOSIÇÃO = MISSÕES
Motivos de Oração:
  • Pelos missionários que estão em países que sofrem perseguições;
  • Para que Deus capacite cada missionário no campo;
  • Para que os líderes envolvam suas igrejas em missões;
  • Pela pregação da palavra ao mundo;
  • Para que a igreja sustente seus missionários nos campos;
  • Ø Para que Deus levante pessoas dispostas a ir aos campos.
 Por: Portal de Missões

 by:mangasafra

Nenhum comentário:

Postar um comentário