Seja bem vindo!

●๋•__ Grandes realizações tiveram início com apenas um sonho e era que um dia este sonho se tornaria realidade. Então, vá em frente e acredite! Ouse sonhar!__ °.•

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

#QUEM É O SEU PRÓXIMO?

Oi gente!
Vamos falar do próximo?
Leiam...

Lucas 10.25-37

No texto de Lucas, vemos mais um dos duelos que Jesus travou durante todo o Seu ministério. Grande parte das vezes que Jesus era questionado, o objetivo principal era de pegá-Lo em algum erro, e, neste caso, não foi diferente, pois havia vários conceitos a respeito de vida eterna, da mesma maneira que hoje vemos sendo pregado.

Quando nos convertemos, entramos na vida eterna e recebemos de Deus essa nova vida. Alguns termos exemplificam isso para nós: crônos (tempo do homem) se refere ao nosso tempo comum no qual vivemos por ele; kairós (tempo de Deus) significa que dentro do nosso tempo existem oportunidades de Deus; aiônion zoé (vida eterna) mostra para nós que, como filhos de Deus, estamos dentro desse tempo e que Satanás já está derrotado, tudo já aconteceu.

No texto de Lucas, o perito da lei pergunta a Jesus ‘quem é meu próximo’, pois conhecia bem as escrituras e que não significava a pessoa que vive perto, significava a comunhão, o dar-se para o outro. Para um fariseu, apenas outro fariseu era seu próximo. Segundo algumas seitas da época, “o próximo” era apenas outra pessoa que pertencia à mesma seita. Parece que isso não mudou muito. Hoje, os crentes querem ajudar apenas outros da fé, e quando ajudam!

No texto, vemos que todos que passavam pelo homem ferido tirava uma conclusão precipitada: “Deve estar envolvido com alguma coisa errada ou com a mulher de alguém”. A melhor desculpa para não ajudar é julgar a pessoa.

Era comum, naquela época, alguém viajar e ter em sua bagagem óleo e vinho. Um era utilizado como uma espécie de antisséptico e outro, para aliviar a dor, mas eu posso dar outro sentido a esses alimentos. O óleo significa unção externa e o vinho, unção interna, que me faz parecer com Jesus. Continuando a história, o samaritano ainda colocou o homem sobre seu próprio animal, o levou para a hospedagem e a deixou paga, ou seja, teve disposição de entregar o que tinha aos pés do Senhor, de levar para um lugar de cura e cuidar para que ficasse bom.

E você, tem sido próximo de alguém?
“A melhor desculpa para não ajudar é julgar a pessoa”.

by:marcelosafra

Nenhum comentário:

Postar um comentário